Menu
A+ A A-

PDT-MG quer chapa majoritária em 2018 Destaque

O PDT de Minas Gerais promove uma série de encontros com lideranças municipais para debater a organização do partido no Estado. Nesta semana, o presidente da legenda, deputado federal Mário Heringer, defendeu a importância de uma chapa majoritária em Minas, nas eleições 2018, para dar sustentação à disputa nacionalmente. O nome do ex-ministro Ciro Gomes é o mais cotado para concorrer à Presidência da República pelo PDT, no ano que vem.

"Nossa missão é preparar Minas Gerais para ter uma candidatura majoritária e dar um palanque para nosso candidato à Presidência da República, o nosso amigo, nosso companheiro Ciro Gomes. Eu vejo isso com muita satisfação. A missão que nos foi dada é muito boa e a gente pode realizar um belo trabalho", discursou o presidente do PDT, Mário Heringer, em seminário do PDT Minas na noite desta segunda (15). 
Ele ainda avaliou estar "em processo de falência" a polarização entre PT e PSDB, acirrada na última eleição presidencial, quando protagonistas das duas siglas dividiram a atenção do eleitorado, os candidatos à Presidência Dilma Rousseff e Aécio Neves. "Em Minas Gerais, temos a sensação de que isso esteve mais aflorado, mas agora está nítido que este processo de polarização perde força", ponderou o deputado federal.
 
PDT em Minas
 
Representantes de 37 cidades das diversas regiões de Minas participaram do evento que dá início a uma série de reuniões para discutir os rumos da legenda.
O PDT de Minas Gerais possui cinco deputados estaduais: Alencar da Silveira Júnior, Carlos Pimenta, Elismar Prado, Nozinho e Sargento Rodrigues. 
Com representações em 59 cidades mineiras, sendo diretórios e comissões provisórias, no ano passado, o partido elegeu 31 prefeitos e 427 vereadores em Minas Gerais.
 
PDT no Brasil
 
Em todo país, nas eleições de 2016, o PDT recebeu 2,4 milhões de votos nominais, indicam estatísticas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Foram eleitos, no Brasil, mais de 300 prefeitos, crescimento de 10% em relação às eleições de 2012.
Com objetivo de dar palanque ao pré-candidato à Presidência Ciro Gomes, o PDT de São Paulo, no início deste mês, lançou o nome de Gabriel Chalita para disputar ao governo de São Paulo. Ciro Gomes ressaltou, em discurso, a importância do suporte de candidaturas nos Estados para um foco nacional.

 

 

 

 

Última modificação emTerça, 16 Maio 2017 17:57
voltar ao topo